Dicas

Dicas variadas para sua melhor alimentação e bem estar do seu corpo.

Hipertensão arterial e Nutrição

- 2014-10-02 18:51:34


A Hipertensão arterial é considerada uma doença silenciosa, pois muitas vezes não se percebe os sintomas, e está relacionada às doenças de coração e derrames. Pode ter como causas: vida sedentária, excesso de peso, elevada ingestão de sal, tabagismo e alto consumo de bebidas alcoólicas.
Enquanto a OMS recomenda uso de até 5-6g de sal, os brasileiros consomem o dobro. Se o produto consumido contiver mais que 400 mg de sódio a cada 100g de alimento, este possui quantidade elevada de sal.

Algumas orientações para controlar ou prevenir a doença:

1. Mantenha uma alimentação saudável a fim de manter seu peso adequado;
2. Evite deixar o saleiro na mesa. Depois que a comida já estiver temperada não adicione mais sal;
3. Evite temperos prontos industrializados. Para a comida ficar saborosa sem a necessidade de muito sal, utilize cebola, alho, limão, ervas aromáticas, gergelim moído;
4. Ao se alimentar na rua, evite fast foods e comidas contendo muito sal (feijoada);
5. Evite salgadinhos (snacks), enlatados, conservas, embutidos e atenção com refrigerantes e outras bebidas diet, light e zero, pois contêm muito sódio;
6. Sempre leia a informação nutricional e lista de ingredientes nas embalagens de alimentos industrializados (evite produtos contendo monoglutamato de sódio);
7. Aumente o consumo de alimentos antioxidantes e ricos em fibras: frutas vermelhas, vegetais verdes escuros, suco de uva integral;
8. Prefira os laticínios desnatados e com redução de sal;
9. O uso enfático de limão, alho e cebola crus tem sido realçado por ser benéfico na redução da pressão arterial, apesar de alguns estudos serem ainda inconclusivos. Para diminuir o cheiro do alho e da cebola, mastigue salsa fresca;
10. Reduza o consumo de bebidas alcoólicas e bebidas com cafeína. Substitua bebidas com cafeína por chás caseiros ou sucos naturais.

Sabe-se que o consumo excessivo de sal tem como consequência uma maior retenção de líquidos no nosso organismo, levando a um aumento da pressão arterial, resultando isto em um maior esforço por parte do coração para que consiga bombear o sangue para todas as partes do organismo. Se essa situação for repetida por vários anos leva a um possível endurecimento das paredes das artérias e sobrecarga do coração, condições estas que predispõem às doenças cardiovasculares como enfarte do miocárdio, acidente vascular cerebral, hipertensão arterial, entre outras.



Fonte:
Sociedade Brasileira de Cardiologia / Sociedade Brasileira de Hipertensão / Sociedade Brasileira de Nefrologia. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arq Bras Cardiol 2010; 95(1 supl.1): 1-51



Elaborado por Nutricionista Larissa Cohen