Dicas

Dicas variadas para sua melhor alimentação e bem estar do seu corpo.

Dieta sem lactose somente para quem precisa

- 2017-12-29 15:32:19

Alimentos sem lactose disponibilizados pela indústria recebem adição da enzima lactase que digere a lactose. O organismo humano está programado para reduzir sua produção de lactase a partir do momento do desmame.
O que ocorre em produtos com lactose é a digestão lenta dos laticínios que leva a distensão abdominal e gases, que muitas vezes trazem mal estar e em outras situações a pessoa nem percebe.

Com o uso da lactase ocorre a formação de dois açucares: glicose e galactose. Logo, produtos sem lactose (com a enzima lactase) adiantam uma parte da digestão, facilitando esse processo sem causar inchaço e gases, ou seja, o trânsito intestinal flui melhor. Ao trocar a versão comum dos laticínios por zero lactose haverá melhora do inchaço abdominal reduzindo a circunferência abdominal (= “perda da barriga”). E algumas pessoas relatam que “emagreceram” e “perderam barriga” com dieta sem lactose. Mas, efetivamente, não houve queima de gordura, não houve emagrecimento.

No entanto, quando o consumo de produtos sem lactose for bem orientado* e associado a uma alimentação equilibrada com prática regular de atividade física, o bem estar digestivo se mantém e devido ao conjunto de hábitos saudáveis (dieta + exercício) pode haver a queima de gordura e emagrecimento.

Importante: Nem sempre precisamos ter leite e derivados na alimentação, que podem ser substituídos por proteínas vegetais, por exemplo. Daí levanta-se a questão da necessidade do leite após período de amamentação, considerando que o leite auxilia o filhote a crescer ativando fatores de crescimento como o hormônio insulina e o fator de crescimento semelhante a insulina (IGF1), para estimular a síntese proteica, a absorção de glicose e a produção de gordura e energia. Isso em um bebê é o que se espera quanto à função do leite. Porém, em adultos com sobrepeso / obesidade que possuem hiperinsulinemia, resistência à ação da insulina, pré-diabetes ou mesmo diabetes tipo II, o consumo de leite deve ser cauteloso, mesmo os sem lactose.

Referências:
Low Density Lipoprotein Size and Cardiovascular Risk Assessment, QJM (Jan 2006) 99 (1): 1-14
MARMITT, Diorge Jônatas et al . Analysis of scientific production of Curcuma longa L. (saffron) in three databases after the creation of RENISUS. Rev Pan-Amaz Saude, Ananindeua , v. 7, n. 1, p. 71-77, mar. 2016