Dicas

Dicas variadas para sua melhor alimentação e bem estar do seu corpo.

Gravidez: O que devo saber sobre alimentação?

- 2014-10-03 15:44:20

A saúde na gestação pode ter relação com o estado nutricional da mulher e o tipo de alimentação que essa mulher seguia antes da gestação e a que segue durante este período. De um lado, o baixo peso materno e as carências específicas de micronutrientes podem levar ao baixo peso ao nascer, e, de outro, o sobrepeso e a obesidade, muitas vezes associam-se ao desenvolvimento do diabetes gestacional e/ou síndrome hipertensiva da gravidez, com conseqüências para a saúde materna e do concepto. Estudos realizados em diferentes regiões do Brasil revelam que as práticas alimentares de mulheres durante a gestação e na amamentação são permeadas por crenças, prescrições e proibições.
Muitas pessoas creem que os desejos da gestante precisam ser atendidos, caso contrário a criança nascerá com alguma marca, que a coloração de alguns alimentos pode manchar a pele do bebê, e que alimentos “quentes” podem provocar aborto.

Diante do exposto, torna-se interessante que a gestante mantenha um acompanhamento nutricional antes e durante a gestação, bem como durante a amamentação.

Algumas orientações podem ser generalizadas, tais como:

1 – Em caso de náuseas e vômitos: realizar refeições pequenas e mais frequentes;
2 – A gestante deve informar ao nutricionista ou ao seu obstetra quando apresenta vontade de comer gelo, barro, tijolo, sabão, cravo, cinza de cigarro, pois essa prática pode estar relacionada com a deficiência nutricional de alguns minerais;
3 – O sintoma de azia pode ser evitado ao mastigar melhor os alimentos, ao evitar ambientes estressantes para se alimentar e ao evitar grandes volumes de alimentos;
4 – As mudanças hormonais na gestação podem levar à prisão de ventre, logo, deve-se ter atenção com a hidratação e o consumo adequado de hortaliças e frutas;
5 – Existem pesquisas que demonstram que o consumo excessivo de cafeína pode relacionar-se com baixo peso fetal e prematuridade, por isso orienta-se um consumo restrito de cafeína durante a gestação.
6 – O uso de adoçantes artificiais tem indicação apenas para gestantes diabéticas. Deve-se procurar alternativas de alimentos que não necessitem ser adoçados.

Fonte:
Baião et al. Alimentação na gestação e puerpério. Rev. Nutr. 2006; (19)2: 245-253
ADA. Position of the American Dietetic Association: Nutrition and lifestyle for a healthy pregnancy outcome. J Am Diet Assoc 2008;108:553-561.

Elaborado por Nutricionista Larissa Cohen